Como um mindset de alta performance pode salvar seu negócio?

Pessoas são a força motriz de qualquer negócio. Até mesmo empresas que começaram pequenas conseguiram alcançar sucesso no mercado, ou vencer crises, com o empenho e a capacidade dos seus profissionais, ou seja, com a sua alta performance.

Para que ela seja alcançada, além de uma vontade pessoal dos colaboradores, os empregadores precisam estimular determinadas atitudes, mostrando a cada um deles a importância do seu papel.

Um conceito que tem ajudado empregadores a entenderem e estimularem o pensamento positivo dentro do ambiente de trabalho é o de “mindset”. Mesmo sendo um termo relativamente novo, ele já vem mudando a vida de muitos profissionais e negócios.

No post a seguir, ajudaremos você a entender melhor o que é e como um mindset de alta performance pode conduzir qualquer empresa ao sucesso. Confira!

O que é mindset de alta performance?

É comum encontrar em publicações que tratam do tema “performance empresarial”  a ideia de que um profissional de alta performance segue um determinado padrão, de modo que apresenta sempre os resultados esperados pela empresa, realiza uma quantidade maior de trabalhos, está frequentemente na lista de “funcionários do mês” e quase nunca erra.

E é nessa ideia equivocada que mora o perigo, já que aqueles que não se encaixam nesse padrão acabam se desestimulando e conformando-se com a sua condição de “profissionais medianos”.

“Mas o que tudo isso tem a ver com mindset?”

Imagine a mente humana como um computador. Mesmo com uma alta capacidade, ele tem alguns vírus que vêm atrapalhando o seu funcionamento. Para resolver o problema, o que seria necessário fazer? Eliminar os vírus, não é mesmo?

Assim como um computador, sem uma “limpeza” geral, a sua mente não funciona bem. E o conceito de mindset, ou em tradução livre “configuração da mente”, serve para mudar essa perspectiva. Ele é a sua forma de ver o mundo, seu modelo mental, que, se dominado por um “vírus”, fica enfraquecido.

No mundo profissional, um mindset de alta performance ajuda profissionais a se libertarem das ideias negativas de que não são bons o suficiente, do sentimento de conformismo e dos próprios medos. E, com isso, criarem uma atitude interna de comprometimento, buscando melhoria e aprendizado. Atitude que os conduzirá a uma alta performance.  

E é importante lembrar que alta performance não é a quantidade de trabalho que um colaborador realiza, mas a qualidade e o diferencial que ele apresenta, utilizando os recursos que têm — como expertise, criatividade e tempo disponível.

Como um mindset de alta performance pode melhorar uma empresa?

Você já percebeu que, normalmente, o conceito de alta performance está associado ao esporte? Basta lembrar das Olimpíadas do Rio, em 2016, para entender o porquê. Duas das vitórias mais lembradas e emocionantes foram as da judoca Rafaela Silva e do ginasta Diego Hypólito.

Ambos tiveram a carreira marcada por dificuldades e derrotas anteriores. Rafaela foi vítima de ataques hostis, e, até mesmo, racismo, após a desclassificação das Olimpíadas de Londres em 2012. Já Diego enfrentou a depressão após duas derrotas seguidas nas Olimpíadas anteriores.

O motivo que conduziu esses atletas ao sucesso, mesmo após o fracasso, foi a sua vontade de vencer, motivando-os a treinar mais e preparar-se melhor. Se eles tivessem desistido ou simplesmente fossem para a competição com uma ideia negativa, provavelmente o resultado não seria o mesmo.

Dentro das empresas, ter um mindset de alta performance significa olhar as crises e dificuldades como oportunidades e usar esse pensamento para produzir resultados melhores e conquistar metas. Significa não se acomodar, pensar fora da caixa e acima de tudo, agir!

Negócios que têm colaboradores com essa mentalidade conseguem obter melhores resultados, porque eles ganham mais inteligência emocional, não se desesperam diante das dificuldades que aparecerão (e serão muitas!), desafiam-se sempre e tornam-se mais produtivos.

E como estimular esse mindset no ambiente de trabalho?

Muitos profissionais não conseguem melhorar os seus resultados por cultivarem pensamentos do tipo “não consigo fazer isso”, “não tenho tempo” ou “esse trabalho é difícil demais para mim”.

É algo natural do ser humano, mas as empresas precisam, e podem, ajudá-los a mudar essa perspectiva, especialmente a partir de uma liderança empoderadora e a ajuda do setor de Recursos Humanos. Algumas atitudes para estimular um mindset de alta performance na equipe são:

Incentivar a busca por novos desafios

Qualquer mudança de atitude exige que o profissional saia da inércia e comece a romper os seus limites internos. A empresa pode ajudar a acelerar esse processo ao oferecer novos desafios, e estimular que ele saia da sua zona de conforto, baseada nos mesmos trabalhos e demandas que se repetem dia após dia.

É preciso deixar claro, no entanto, que isso não significa sobrecarregar colaboradores ou pedir que eles realizem tarefas que estão fora da sua condição. O melhor caminho é designar demandas diferentes dentro da sua própria área de atuação, criar metas mensais distintas ou fazer um remanejamento de setor como um teste.

Criar uma cultura de reconhecimento e feedbacks

As chances de se manter firme e motivado a alcançar uma meta são maiores se uma pessoa vai acompanhando resultados, mesmo que pequenos. Alguém que quer emagrecer, por exemplo, se, com o passar do tempo, vê que está perdendo alguns quilos, ou até gramas, se manterá mais motivado a seguir com um estilo de vida saudável. 

A mesma ideia vale para a carreira. Quando colaboradores têm o seu trabalho reconhecido, elogiado e, até mesmo, criticado de maneira construtiva, eles percebem que tudo aquilo que estão fazendo têm importância e identificam melhor as necessidades de mudanças.

Assim, eles melhoram a sua atitude mental, ganham confiança e a sensação de domínio próprio. Por essa razão, tenha o reconhecimento e os feedbacks como parte da sua cultura organizacional e estimule os gestores da sua empresa a fazer o mesmo.

Investir em capacitação

Treinamentos, principalmente os voltados para o autoconhecimento e domínio pessoal, e outros tipos de capacitação, são capazes de reduzir o sentimento de limitação e de incapacidade que muitos colaboradores cultivam.

Quando um profissional aprende mais e desenvolve os seus conhecimentos, os seus resultados dentro da empresa são melhores, mas, além disso, eles também ganham a sensação de que estão evoluindo e uma motivação extra para continuar dando o seu melhor.

Oferecer condições de trabalho motivantes

Criar um mindset de alta performance depende da vontade de cada profissional, no entanto, as empresas também precisam fornecer as ferramentas para que ele melhore a si mesmo, por meio de condições de trabalho motivantes.  

Não adianta exigir que alguém busque uma performance de vencedor se ele realiza um trabalho desestimulante, lida com uma liderança opressora e não encontra um ambiente de trabalho agradável, não é mesmo?

E você, já ouviu falar em mindset de alta performance? Quer aprender mais sobre o assunto? Então curta a nossa página no Facebook para acompanhar atualizações sobre esse e outros temas!

Deixe um comentário
Share This