Saiba como ter um bom ambiente de trabalho com funcionários engajados

  • Home
  • Liderança
  • Saiba como ter um bom ambiente de trabalho com funcionários engajados

O ambiente de trabalho da sua empresa incentiva o engajamento dos funcionários? Esse é um dos fatores essenciais para o sucesso do seu negócio. Quando os funcionários são engajados, eles se tornam mais produtivos e focados nas necessidades dos clientes, atingindo os resultados desejados com maior facilidade e frequência.

O comprometimento dos funcionários com os objetivos da empresa por meio de ações que valorizam a criação de um clima organizacional saudável e colaborativo se transforma em um diferencial competitivo para a companhia — algo necessário para quem deseja ter sucesso no mercado.

O primeiro passo para tornar isso possível deve ser dado pela área de Recursos Humanos em parceria com os gestores das demais áreas da empresa. Então, continue a leitura deste artigo e saiba como ter um bom ambiente de trabalho com funcionários engajados!

Adote uma iniciativa estratégica que impulsione o desempenho da equipe

Você já notou a quantidade de tempo que os funcionários da sua empresa passam juntos? Além das tarefas que desenvolvem, os colaboradores encontram nesse local uma oportunidade de compartilhar experiências e estabelecer relacionamentos, por exemplo. Por esse motivo, é importante que a organização aprimore a qualidade desse espaço, e o modo como ela vai fazer isso impactará diretamente nos seus resultados.

É claro que os funcionários tomam suas decisões em relação ao empoderamento, à motivação e à satisfação que demonstram. Até certo ponto, essas escolhas dependem deles, não da organização. Mas isso não significa que a empresa seja desprovida de recursos e ferramentas que possam influenciá-los — seja por buscar um engajamento maior, seja por deixar claro que ali não é um espaço para quem opta por ficar na zona de conforto.

O clima organizacional contagia os profissionais. Logo, se estamos falando de um local que estimula a colaboração, é aberto ao diálogo e incentiva a inovação, os funcionários tenderão a se comportar assim. Da mesma maneira, o ambiente que é contaminado pela fofoca, especulação e medo acaba prejudicando as tentativas de elevar os níveis de produtividade e engajamento.

Coloque mais transparência no propósito das tarefas que devem ser realizadas

Para obter a participação ativa dos funcionários e, ao mesmo tempo, criar um bom ambiente de trabalho, os gestores de todas as áreas da companhia devem adotar ações mais transparentes no que diz respeito ao propósito das tarefas que devem ser realizadas. Isso permite que os profissionais enxerguem com maior clareza como suas atividades impactam os resultados gerais da organização.

Além disso, explicar não só quais são as tarefas, mas também qual é o propósito de cada uma delas estimula uma participação maior dos funcionários na definição e na melhoria dos processos. Uma vez que eles também passam a ter uma visão mais ampla sobre suas atividades, torna-se mais fácil encontrar pontos que podem ser melhorados, a fim de que os objetivos da empresa sejam cumpridos de modo eficaz e preciso.

Dê maior autonomia e mais responsabilidades aos funcionários

Embora a autonomia no trabalho seja desejada por muitos profissionais, são poucos os gestores que a enxergam como uma estratégia para melhorar o ambiente e engajar a equipe. A falta de certa independência, por outro lado, figura entre os principais fatores que reduzem a motivação dos colaboradores. Alguns que encontram barreiras para exercer suas atividades acabam pedindo demissão.

Por esse motivo, os funcionários devem ter maior liberdade para exercer suas atividades. Isso permite que os profissionais se dediquem mais às suas próprias tarefas, enquanto os gestores direcionam os seus esforços para as atividades mais estratégicas da companhia, como a gestão de talentos — tanto para atrair quanto para reter. Assim, a fim de descentralizar as atividades, distribua mais responsabilidades entre as equipes.

Prepare os líderes para engajar as equipes

O gestor que ainda insiste em pensar como chefe precisa receber o treinamento necessário para mudar de atitude. Ele e os demais líderes devem ser preparados para engajar as equipes. Um líder que não realiza a correta gestão de pessoas, por exemplo, pode comprometer o entusiasmo e o envolvimento dos colaboradores em relação às atividades realizadas pela organização.

Para que eles estejam preparados, será necessário rever aspectos como a comunicação com a equipe e os processos executados. A comunicação horizontal, por exemplo, gera uma considerável melhora no relacionamento entre líder e liderados, tornando o trabalho mais estimulante. O gestor deve transmitir confiança para que ele seja inspirador em vez de temido.

Incentive o trabalho colaborativo e em equipe

O ambiente de trabalho pode ser melhorado com a implementação do trabalho colaborativo e em equipe, apontando para a importância de que somente um indivíduo não será capaz de atingir os resultados da companhia. Ele precisa, portanto, da participação dos demais. As equipes devem ser compostas por profissionais que enxerguem a importância de cada um no resultado global.

A meritocracia deve ser considerada, mas precisamos tomar o devido cuidado para ela não estimular um ambiente de trabalho individualista. A interação entre os profissionais que compõem a organização possibilita o surgimento de um clima mais propício à sugestão de ideias, compartilhamento de pontos de vista e união. Essa iniciativa possibilita resolver problemas corriqueiros por meio de soluções inovadoras.

Desenvolva os talentos da sua empresa

A valorização dos funcionários é outro aspecto que contribui para o bom ambiente de trabalho. Desenvolva os profissionais que têm potencial para crescer. Não deixe que o mercado de trabalho, através dos seus concorrentes, leve-os para longe. O profissional que é desenvolvido dentro da organização cresce com a cultura da empresa na mente, o que torna mais fácil a adaptação dele em relação aos propósitos e objetivos já definidos.

Crie um programa que identifique e desenvolva os talentos. Ofereça as ferramentas e os recursos necessários para que eles cresçam. Quem olha de fora, por exemplo, enxerga essa iniciativa como ponto positivo — despertando o desejo para participar do quadro de funcionários. Lembre-se de que a empresa que valoriza os seus talentos cresce mais forte e unida.

Proponha desafios e reconheça os colaboradores que estiverem realmente engajados

Não deixe que os funcionários cheguem à zona de conforto. Converse com os demais gestores para que eles proponham, com certa frequência, desafios para motivar e engajar os profissionais. Os problemas mais comuns que persistem nos processos da organização podem ser mapeados e listados para, posteriormente, serem apresentados aos funcionários. Aqueles que encontrarem as melhores soluções, por exemplo, podem ser reconhecidos.

O mesmo vale para os profissionais que mantêm um alto nível de engajamento e proatividade, bem como para os que são comprometidos com os objetivos da organização. Estude a viabilidade de ações como essas para transformar o ambiente de trabalho e deixar os colaboradores ainda mais motivados.

Aproveite a oportunidade para enriquecer ainda mais o seu conhecimento sobre gestão e gestão de pessoas e ofereça à empresa melhores resultados por meio de suas ações. Para isso, assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos como este no seu e-mail!

Deixe um comentário
Share This