Sinergia empresarial: saiba como conquistá-la com essas estratégias

Já é senso comum que o objetivo de toda empresa é gerar lucro. Afinal, é isso que a possibilitará remunerar seus acionistas, pagar seus funcionários e honrar seus compromissos com os fornecedores. Mas existe uma forma para potencializar esse lucro, gerando mais resultados e utilizando menos recursos.

Estamos falando da sinergia empresarial.

Na prática, o que isso significa? É simples: ter êxito em alinhar as metas traçadas pela empresa com os objetivos de todos os colaboradores — e conseguindo isso de uma forma harmônica. Isso possibilita engajar os funcionários e extrair o melhor de suas habilidades e conhecimentos, gerando mais produtividade e resultados excepcionais.

Em outras palavras, a empresa que é eficaz em criar um ambiente sinérgico já sai muito na frente dos seus concorrentes. Por isso, neste post você verá 5 estratégias práticas para conquistar a sinergia em sua empresa. Confira:

Identifique os talentos individuais

O trabalho de um gestor também consiste em identificar os talentos e as habilidades de cada colaborador para direcioná-los da melhor maneira possível.

Não é possível conseguir sinergia julgando um colaborador por um trabalho que ele, claramente, não tem a habilidade e capacitação para desenvolver. Ao fazer isso, o gestor está cometendo dois erros básicos:

  • desmotivando completamente o seu funcionário — em alguns casos, de forma irreversível;
  • desperdiçando um talento que poderia ter maturidade alta.

O funcionário pode ficar desmotivado e triste quando o gestor o força a realizar uma atividade totalmente fora da sua condição de realizar. Por outro lado, se sentirá motivado e engajado quando conseguir explorar ao máximo as suas habilidades e potenciais.

Nesse sentido, para identificar e explorar corretamente os talentos e potenciais individuais dos colaboradores, o gestor deve:

  • realizar uma identificação inicial, já no momento da entrevista para contratação;
  • acompanhar a rotina de trabalho mais de perto, analisando em quais tarefas cada colaborador se desenvolve melhor;
  • pedir para que todos exponham suas opiniões durante as reuniões;
  • realizar conversas individuais (que podem ser durante um coffee break, intervalos etc.).

Reconheça o mérito de todos os funcionários

Por mais que muitas pessoas não admitam, o ser humano carece de reconhecimento. E o que confunde ou atrapalha o raciocínio, nesse sentido, é que muitas pessoas enxergam o reconhecimento sendo, necessariamente, um pagamento financeiro, uma promoção ou um evento para homenagear o benfeitor.

Isso é um exagero, e não condiz com a realidade. Basta pensarmos de maneira particular: todos nós já ficamos frustrados em algum momento por não receber aquele “obrigado” ou “parabéns”, por termos nos dedicado a realizar alguma tarefa, não? Às vezes, o reconhecimento pode vir até mesmo de um sorriso.

Dentro de uma empresa a lógica é mesma. O gestor deve passar para os colaboradores que o trabalho de todos é importante, e que cada vitória individual representa um degrau a mais em busca dos bons resultados.

No livro O Gerente Minuto, por exemplo, os autores Spencer Johnson e Ken Blanchard sugerem flagrar o funcionário fazendo a coisa certa, e parabenizá-lo por isso. O que acha de usar essa abordagem?

De toda forma, o importante é que não se deve ter vergonha ou receio de parabenizar ou agradecer os seus liderados. Reconheça cada esforço e motive-os cada vez mais.

Invista em treinamentos e capacitação

Investir em treinamento de funcionários é uma estratégia em que todas as partes só têm a ganhar. Promover a capacitação dos colaboradores não só traz resultados positivos em termos de produtividade, como também serve como item motivador.

A empresa que investe em treinamento passa a mensagem que se preocupa com a evolução do seu funcionário, que deseja capacitá-lo mesmo não tendo a garantia de que ele usará os novos conhecimentos somente em prol dela.

O funcionário, por sua vez, enxerga essa estratégia de maneira positiva, e se sente mais motivado e engajado para dar o seu melhor, visando o crescimento profissional e o da própria empresa.

Além disso, os treinamentos são ótimas oportunidades para todos os colaboradores — líderes e gestores, inclusive — confraternizarem juntos fora da sua rotina de trabalho. Enquanto aperfeiçoam suas habilidades nos treinamentos, podem se conhecer melhor e gerar mais sinergia no dia a dia.

Acabe com divisões e repartições

O senso de exclusão é uma das principais razões para desmotivação de muitos funcionários. Salas isoladas e divisões só dificultam a comunicação, impedindo a sinergia dentro de uma empresa. Por isso, sempre que possível, acabe com as divisões e repartições existentes.

E aqui nos referimos a todo tipo de divisão, tanto a metafórica quanto a de espaços geográficos.

Será que é realmente preciso marcar um horário para falar com o gerente, por exemplo? Será que, para dar uma sugestão, é necessário preencher um formulário, colocar em uma caixa e esperar alguém ter a boa vontade de analisá-lo?

Ao promover um trabalho sem divisão de espaços, a comunicação fica mais limpa, direta e facilita a interação pessoal, o que proporciona maior possibilidade do surgimento de novas ideias e aumenta a harmonia no ambiente.

Escolha bons líderes

Primeiro, é importante destacar a diferença entre chefe e líder. O chefe é aquele que tem um cargo acima dos demais, que dá ordens e é obedecido pelos funcionários porque tem mais “poder”.

Já o líder — ainda que também tenha responsabilidades maiores — é seguido porque inspira seus funcionários para os resultados. Ele é participativo, motivador e dá exemplos, em vez de ordens.

Bom, não é difícil saber qual dos dois perfis desperta maior admiração, certo? Sendo assim, para criar uma sinergia empresarial perfeita, deve-se escolher líderes competentes e comprometidos que, com certeza, conseguirão desenvolver equipes com o mesmo perfil.

Se tiver dúvidas sobre como escolher ou identificar um bom líder, comece por você: faça uma autoanálise e verifique se está agindo como um chefe ou líder.

Veja se consegue motivar e incentivar os seus colaboradores, a partir de exemplos ou, simplesmente, por meio de ordens. Sendo um líder proativo e competente, ficará mais simples encontrar outros no meio de cada equipe.

Enfim, promover a sinergia empresarial requer um grande empenho da empresa, muitas vezes, sendo necessário quebrar paradigmas e mudar a cultura. Mas, como vimos, se realizado de forma eficaz, criará um círculo virtuoso formado por colaboradores motivados, alta produtividade e resultados notáveis!

Então, gostou deste post? Agora que você já sabe promover a sinergia na sua empresa, aproveite para aprender também como engajar os seus funcionários!

Deixe um comentário
Share This