Comunicação interna: 6 ferramentas para impactar os resultados da empresa

Introduzir a comunicação interna empresarial de forma eficaz é essencial para o bom desempenho da equipe. Usar as ferramentas certas pode ajudar a organização em vários aspectos, dentre eles, a retenção de talentos.

Algumas empresas ainda não enxergaram a transparência organizacional como algo necessário, ou a aplicam de forma inadequada. Contudo, gestores de RH e outros líderes engajados percebem o valor de uma boa comunicação e trabalham no sentido de implantá-la e fazê-la alcançar seu propósito com êxito.

Mas, quais são os meios mais eficientes para atingir os colaboradores? Qual linguagem deve ser utilizada na comunicação? Essas, entre outras, são dúvidas que pairam até sobre a cabeça dos profissionais mais experientes.

Portanto, para responder tais questões é que preparamos este post. Continue a leitura e descubra 6 ferramentas que poderão trazer mais impactos positivos para sua empresa!

Importância e benefícios da comunicação interna na empresa

Toda organização está sujeita a burburinhos e conversas de corredores, não é mesmo? Porém, os resultados dessas práticas podem ser desastrosos para o bom andamento da produção. A boa comunicação interna evita situações desse tipo.

Além disso, ela visa aprimorar a interrelação dos colaboradores ao disseminar as informações relevantes e estratégicas da corporação entre todos, seja de forma vertical (de gestores para funcionários e vice e versa) ou horizontal (entre os empregados de um mesmo nível hierárquico).

As vantagens de se ter colaboradores a par dos processos importantes para a empresa são inúmeras. Elas beneficiam tanto os funcionários quanto a organização em si, pois permite que os resultados positivos sejam alcançados com maior facilidade e de maneira mais eficaz.

Dentre os benefícios da comunicação interna empresarial estão:

  • engajamento dos profissionais;
  • melhoria no clima organizacional;
  • maior compreensão dos valores da empresa;
  • crescimento da produtividade;
  • diminuição do turnover;
  • facilitação na adaptação de novos contratados;
  • amenização dos efeitos de uma crise;
  • aumento da credibilidade e da confiabilidade na empresa;
  • fortalecimento da cultura organizacional;
  • elevação da motivação nos colaboradores etc.  

Estabelecer um relacionamento franco e aberto com os profissionais da organização faz com que eles se sintam integrados, reconhecidos e respeitados. E assim, a sensação de pertencimento aflora a dedicação.

Ferramentas para efetivar a comunicação interna empresarial

Existem múltiplas maneiras de levar informação ao âmbito profissional. E isso é muito bom, pois permite o gerenciamento das informações, fazendo com que cada funcionário seja alcançado pelas questões que são relevantes para ele.

Desse modo, é possível — e imprescindível — que se escolha a linguagem e os canais mais adequados para cada tipo de cargo e público com o qual se deseja comunicar.

Listamos, abaixo, alguns meios de comunicação que são bastantes eficientes. Acompanhe:

1. Mural

O mural é um dos itens mais antigos desta lista e, talvez, o mais econômico. Apesar de toda tecnologia disponível, ainda é muito utilizado. Ele consiste em quadros colocados em pontos estratégicos da empresa, ou seja, locais com alta circulação de funcionários como, por exemplo, corredores e refeitórios.

As notícias são afixadas nesse quadro, possibilitando a sua leitura por quem passar no local. Portanto, seu conteúdo deve ser de fácil acesso, com textos curtos e com uma linguagem mais simples.

2. TV corporativa

A TV corporativa é, atualmente, uma das ferramentas mais democráticas e eficientes. Sua função é levar informação aos colaboradores, de forma atrativa, por meio de televisores colocados em pontos estratégicos da companhia.

Sua implantação é de baixa complexidade. Apesar de exigir uma boa infraestrutura como suportes e tomadas para a ligação dos aparelhos, a manutenção da TV corporativa não requer uma equipe de Tecnologia da Informação (TI) interna.

As notícias por ela divulgadas podem ser em formato de textos pequenos, áudios e vídeos. Isso torna a comunicação mais ágil e moderna.

3. Rádio corporativa

Este recurso está crescendo entre as empresas brasileiras. A rádio é uma forma de levar informações úteis, com conteúdos específicos sobre cada setor, ou questões mais gerais, como dicas para saúde, prevenção de acidentes e curiosidades.

A rádio corporativa pode ser transmitida via internet e/ou por sistema interno. Em sua programação há possibilidade de execução de músicas,  como uma forma de entretenimento para os funcionários no ambiente de trabalho. Tais canções podem ser sugeridas pelos próprios ouvintes, aproximando, assim, empresa e colaboradores.  

4. Newsletter

Com o fortalecimento do marketing de conteúdo, a newsletter se tornou uma ferramenta de grande alcance. O que muitas empresas desconhecem é o fato de que ela não se aplica somente à fidelização de clientes antigos e prospecção de novos.

Por ser uma espécie de revista e por ter caráter educativo, a newsletter tem grande potencial no âmbito interno das corporações. Podendo ser enviada por e-mail ou ser impressa, como os jornais. Ela demanda uma atenção maior quanto ao seu conteúdo e a sua periodicidade.

Por isso, o ideal é que suas edições tragam informações realmente relevantes ao público e que sejam enviadas quinzenalmente ou mensalmente. Dessa forma, elas não correrão o risco de se tornarem spam.

5. Blog

O blog é uma via de mão dupla, pois, além de divulgar conteúdos interessantes para seus leitores, ele permite que esses tornem públicas suas dúvidas e seus posicionamentos. Portanto, é importante que a equipe responsável por responder aos comentários desenvolva uma coerente política de respostas.

Um blog demanda atualização constante. Nele, podem ser divulgados os feitos mais recentes da empresa, como a aquisição de novos equipamentos ou novas parcerias. E, também, textos que levem o público a aprender um pouco mais sobre a área de atuação da empresa.

6. Rede Social Corporativa

A Rede Social Corporativa tem se tornado tão popular que ganhou até uma sigla — RSC. Apesar de estar a pouco tempo no mercado das comunicações organizacionais, essa ferramenta conquistou o público por causa da sua similaridade com as redes sociais tradicionais.

Tal familiaridade acaba gerando nos colaboradores maior engajamento, pois a comunicação horizontal proporcionada permite maior integração e participação. Nesse meio podem ser utilizados vídeos, fotos, arquivos, chats, entre outros. 

Uma estratégia de comunicação interna cuidadosamente planejada e criativamente implementada é indispensável para empresas bem-sucedidas. Saber dos valores, missão e objetivos da companhia para a qual se trabalha, aumenta a confiança dos colaboradores e, também, a motivação, uma vez que eles se sentirão parte integrante de um todo.

Ter uma equipe que, além de talentosa, seja motivada é fundamental para que uma empresa obtenha êxito e cresça cada dia mais no mercado. Contudo, isso não é uma tarefa apenas do RH. É preciso que todos os gestores estejam empenhados em fazer o melhor para que seus liderados se envolvam de forma consistente nos processos evolutivos da organização.

Este post foi útil para que você entendesse um pouco mais sobre as ferramentas para comunicação interna empresarial? Então, incentive a propagação de notícias em sua empresa! Compartilhe este conteúdo com seus colegas de trabalho, em suas redes sociais! 

Deixe um comentário
Share This